!DOCTYPE html> insert_pixel_code_here

Estudo: Para aqueles com mais de 90 anos, o álcool é melhor que o exercício para a longevidade

Quando chega aos 90 anos, a bebida realmente supera os exercícios, de acordo com um estudo de longo prazo.

A pesquisa, liderada pela neurologista Claudia Kawas, da Universidade da Califórnia, acompanhou 1.700 nonagenários inscritos no estudo 90+, que começou em 2003 para explorar os impactos dos hábitos diários na longevidade.

álcool é melhor que o exercício

Os pesquisadores descobriram que os indivíduos que bebiam cerca de dois copos de cerveja ou vinho por dia tinham 18 por cento menos probabilidade de sofrer uma morte prematura, segundo o Independent.

  • Enquanto isso, participantes que se exercitavam de 15 a 45 minutos por dia, reduziam o mesmo risco em 11%.
  • “Não tenho explicação para isso, mas acredito firmemente que beber modestamente melhora a longevidade”, declarou Kawas durante o final de semana na conferência anual da Associação Americana para o Avanço da Ciência, em Austin, Texas.

Fatores

Outros fatores foram encontrados para aumentar a longevidade, incluindo o peso. Os participantes que estavam levemente acima do peso – mas não obesos – reduziram suas chances de morte prematura em 3%.

“Não é ruim ser magra quando você é jovem, mas é muito ruim ser magra quando você é velha”, observou Kawas em seu discurso.

Indivíduos que se mantinham ocupados com um passatempo diário, duas horas por dia, tinham 21% menos probabilidade de morrer cedo, enquanto aqueles que tomavam duas xícaras de café por dia reduziam esse risco em 10%.

Mais estudos são necessários para determinar como os hábitos afetam a longevidade além da composição genética das pessoas.

Fonte: ChicagoTribune

Add a Comment