!DOCTYPE html> insert_pixel_code_here

O QUE ACONTECE QUANDO A MULHER LAVA DEMAIS A PARTE ÍNTIMA?

Fomos criados para pensar que, quanto mais nos limparmos, mais saudáveis ficaríamos, não é verdade?

Mas tem partes do nosso corpo que se higienizarmos demais, podem fazer mal a nossa saúde. Você sabia que há partes do nosso corpo que são autolimpantes?

O QUE ACONTECE QUANDO A MULHER LAVA DEMAIS A PARTE ÍNTIMA?

 

Ficou curioso para saber qual é? Primeiro dá aquela curtida nesse vídeo e se inscreve no canal, caso não seja inscrito ainda! E aí, vamo tirar essa dúvida?

Como fazer a higiene íntima feminina


As três infecções genitais mais comuns decorrentes de falta de higiene íntima são a tricomoníase, causada por protozoário, a garnderella, consequência da superpopulação de bactérias, e, a mais conhecida, a candidíase, originada pelo fungo Candida albicans.

Tanto quanto escovar os dentes e tomar banho, a higiene íntima deve fazer parte do cuidado pessoal diário. Além de eliminar odores, o asseio previne infecções e a proliferação de fungos, sobretudo nas mulheres, que têm anatomia genital mais recolhida.

A vagina possui proteção natural, promovida por uma população de bactérias do grupo Lactobacillus casei, que formam a chamada flora vaginal. Esses lactobacilos têm a função de converter a lactose e outros açúcares simples presentes na região em ácido láctico. Assim, o pH (medida do nível de acidez) na região fica ácido, impedindo que fungos e bactérias se proliferem, já que esses micro-organismos não conseguem sobreviver à acidez. Entretanto, sozinhos, os lactobacilos não conseguem proteger totalmente a vagina, e por isso faz-se necessária uma boa higiene adicional.

Embora muitos achem que tais cuidados são hábitos disseminados entre as mulheres o Dr. Paulo César Giraldo, professor titular de ginecologia da Unicamp, afirma que muitas delas não costumam limpar adequadamente as partes íntimas, ora por vergonha de se tocar, ora por não achar necessário. “Isso é uma falha, já que a proliferação de fungos e bactérias na vulva gera coceiras, irritações e corrimento”.

Fonte

Add a Comment